Cristo me emociona?

Nas minhas andanças usuais por blogs e afins, me deparei com um artigo do Rev. John Piper no seu site Desiring God (tem uma versão em português aqui) que me fez refletir um bocado. Num artigo chamado “O que os Salmos fazem” (What the Psalms do), Piper fala sobre o papel dos salmos como uma escola para as emoções. A lista a baixo foi tirada diretamente do seu site, com as devidas traduções feitas por mim.

  1. Solidão: “… estou e aflito.” (25.16)
  2. Amor: “Eu te amo, ó Senhor…” (18.1)
  3. Tremor: “Toda a terra tema o Senhor; tremam diante dele…” (33.8)
  4. Angústia: “Minha vida é consumida pela angústia…” (31.10)
  5. Culpa: “Confesso a minha culpa…” (38.18)
  6. Contrição: “… um coração quebrantando e contrito, ó Deus, não desprezarás.” (51.17)
  7. Aflição: “Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim?” (42.5)
  8. Vergonha: “… o meu rosto está coberto de vergonha.” (44.15)
  9. Exaltação: “Como é grande a sua exaltação pelas vitórias que lhe dás!” (21.1)
  10. Maravilha: “Isso vem do Senhor, e é algo maravilhoso para nós.” ) (118.23)
  11. Satisfação: “… sua satisfação está na lei do Senhor.” (1.2)
  12. Alegria: “Encheste o meu coração de alegria…” (4.7)
  13. Júbilo: “Em ti quero alegrar-me e exultar…” (9.2)
  14. Temor: “Adorem o Senhor com temor…” (2.11)
  15. Ira: “Quando vocês ficarem irados, não pequem…” (4.4)
  16. Paz: “Em paz me deito…” (4.8)
  17. Tristeza: “Os meus olhos se consome de tristeza…” (6.7)
  18. Súplica: “Tu, Senhor, ouves a súplica dos necessitados…” (10,17)
  19. Esperança: “… está em ti a nossa esperança.” (33.22)
  20. Quebrantamento: “O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado…” (34.18)
  21. Gratidão: “Eu te darei graças na grande assembleia…” (35.18)
  22. Zelo: “… o zelo pela tua casa me consome…” (69.9)
  23. Dor: “Grande é a minha aflição e a minha dor! (69.29)
  24. Confiança: “… mesmo assim estarei confiante.” (27.3)

Aí estão apenas vinte e quatro emoções expressadas em meio aos Salmos, mas há várias outras. A pergunta é: qual é a importância disso?

Bem… vivemos hoje um cenário na igreja evangélica que vive apavorada (em termos gerais) de manifestações ou expressões emocionais. Com a divulgação de inúmeros artistas gospel e igrejas que pulam e gritam e berram e esperneiam na presença do Pai promovendo uma “bagunça santa”, temos nos tornado avessos a qualquer coisa que fuja da ordem e decência do culto. A Bíblia realmente fala sobre essas coisas (1 Co. 14.26-40), porém, não podemos ignorar um pequeno trecho da Bíblia que se chama Salmos.

Como se expressar emocionalmente? Quais emoções são lícitas ao Cristão? Já ouvi coisas do tipo “não se deve derramar lágrimas, pois isso é dar vitória ao inimigo”. Se isso for verdade, como é que fica Jesus quando Ele diz que os que choram serão bem-aventurados (Mt. 5.4)? Na mesma linha, como podemos afirmar que bater palmas é algo que fere a ordem e decência quando o salmista abre o capítulo 47 dizendo: “Batam palmas, vocês, todos os povos; aclamem a Deus com cantos de alegria.”

A questão seria ou um ou outro? Absolutamente. Então… como fazer? Equilíbrio.

Em Marcos 12.30, Jesus diz (ao citar Dt. 6.4,5): “Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças.”

Esse versículo é essencial para entender o papel das emoções na nossa vida cristã, desde um período de louvor até um oração. Jesus colocou todos os elementos do ser humano num mesmo mandamento. Ele não deixou de fora o coração em troca da mente. Da mesma maneira, não trocou alma por força. Como devemos amar ao Senhor? Como devemos orar? Como devemos louvar? Integralmente. Temos tanto que sentir a presença do Pai com o coração quanto saber e conhecer a presença do Pai com a nossa mente.

Logo… se o nosso louvor é calculado e pensado, mas não suscita emoções, então está faltando alguma coisa. Por outro lado, se nosso louvor é vigoroso porém insensato, somos igualmente faltosos.

O livro dos Salmos é uma escola de oração, de louvor, de expressão emocional. Mas o mais legal dele é que toda expressão emocional está submetida a uma noção sensata de quem Deus é. Um exemplo sucinto:

“Bendirei o Senhor o tempo todo! Os meus lábios sempre o ouvirão. Minha alma se gloriará no Senhor; ouçam os oprimidos e se alegrem. Proclamem a grandeza do Senhor comigo; juntos exaltemos o seu nome.” Salmos 34.1-3

Há alegria, há canto, há bendição em todo tempo. Porém, isso serve à proclamação da grandeza não das nossas emoções nem da nossa mente, mas do nosso Senhor!

Não basta uma devoção, louvor ou oração ter sentido. Não basta uma devoção, louvor ou oração ser sentida. A nossa emoção deve ser pensada e o nosso pensamento deve ser sentido. Deus nos quer por inteiro, integralmente. Não deixemos um ou outro de lado por causa do abuso de uma ou outra ala da igreja.

“Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam agradáveis a ti, Senhor, minha rocha e meu Resgatador!” Salmos 19.14

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License.

Direitos Reservados
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. É mandatório quem for reproduzir um post creditar: 1) Nome do autor. 2) URL do blog (com link). 3) Nome do blog: “O Blog do Andrew”.

Anúncios

3 comentários sobre “Cristo me emociona?

    1. Oi Karla,

      Peço perdão se meu texto tenha dado a impressão de criticar uma cultura. Sou completamente a favor de uma expressão cultural de louvor, porém, o que defendo nesse texto é uma expressão onde há equilíbrio entre pensamento e sentimento. Se uma cultura troca um lado pelo outro, sinto dizer, mas não faz sentido bíblico. Deve haver um equilíbrio entre os dois, sempre. Não quero criticar uma cultura, apenas o uso rígido de um lado descartando o outro.

      Abraço!

      A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s