Você pôde dar um abraço nos seus pais hoje? Eles não.

“Não é tolo aquele que dá o que não pode conservar para ganhar o que não pode perder.” Jim Elliot

Uma menina saiu de casa hoje pela manhã e foi para o seu colégio como de costume. Ao sair, ela deu um beijo na sua mãe, recebeu um abraço apertado do seu pai. Aquele abraço sempre trouxe consigo um cheiro tão confortante, um cheiro que remete a amor.

Era um dia comum, como qualquer outro. Foi para o colégio, estudou suas matérias do dia, brincou no pátio com todas as outras crianças. Na hora da reza a Alá, ela ficou quieta esperando que mais ninguém visse o que ela não dizia.

Ao chegar em casa, ela correu em direção à porta onde em qualquer outro dia estaria seu pai e sua mãe. Mas nesse dia, por alguma razão, isso não aconteceu. A porta da frente havia sido derrubada. As janelas estavam todas estilhaçadas. Por de trás da casa subia uma fumaça escura, uma fumaça cujo cheiro era aterrorizante, pois era ao mesmo tempo tóxico e familiar.

Ela correu para dentro de casa e começou a ver móveis jogados, fotos que antes penduradas nas paredes agora estavam jogadas pelo chão. Ao se deparar com tudo aquilo, ouviu apenas um grito no quintal que ficava atrás da casa. Ao correr atrás daquele som aterrorizante, ela se deparou com a fumaça. E o cheiro.

Seu pai havia sido queimado por militantes muçulmanos. Sua mãe, coberta de hematomas e sangue, estava deitada ao seu lado. Com as poucas forças que lhe restavam, ela chorava ao lado do seu marido, um cristão.

Aquele cheiro do abraço do pai que tantas vezes lhe trazia conforto agora lhe entrava pelas narinas e ia direto ao coração numa dor aguda que lhe tirava as forças para permanecer de pé. De joelhos, caída, ela contemplava o trabalho de ativistas religiosos que caçaram e assassinaram o seu pai por ser um ministro do Evangelho. Com lágrimas em seu rosto, ela abaixou a cabeça e orou ao único que venceu a morte e que nos trará a vida eterna:

“Senhor, faz com que eu nunca me desvie dos seus caminhos, não importa o quão difícil seja. Que mesmo em meio à minha dor, o seu nome seja glorificado. Amém.”

Essa história é fictícia, porém inspirada em fatos reais. Não consigo nem de perto descrever a realidade de irmãos e irmãs que, diariamente, vivem entregues à morte.

No último domingo, a missão Portas Abertas promoveu o DIP, Dia da Igreja Perseguida. Ao redor do mundo, milhares de igrejas dobraram seus joelhos pelos nossos irmãos que vivem nas mãos de sociedades que constantemente caçam e assassinam aqueles que vivem pelo Evangelho de Cristo. Alguns são contratados por governos locais, em troca de dinheiro, bebidas, moradia. Outros são convocados pelas suas igrejas muçulmanas ou hindus.

As estatísticas são estarrecedoras. As histórias (muito piores do que a que criei acima) são de partir o coração. Famílias inteiras são queimadas vivas. Igrejas são destruídas. Cristãos ao redor do mundo são humilhados, torturados, esquartejados por causa da sua fé. Paradoxalmente, os que restam dessa comunidade perseguida se apegam ao Evangelho com tudo que lhes resta e compõem uma igreja que não para de crescer. Porque, afinal, não lhes resta nada, se não a promessa da vida eterna.

Diante dessa realidade, abro o facebook, twitter, leio alguns blogs…. e vejo os cristãos do Brasil. Nossa família de fé está ocupada dançando, pulando, militando por questões sociais, gastando dinheiro com mais um DVD de mais um artista que é livre para se expressar perante o pai, decretando vitória, tomando posse da sua bênção. Nos ocupamos com verdadeiras imbecilidades, com aquilo que Paulo chama de esterco. Trocamos o verdadeiro Evangelho, a fonte de toda paz e esperança, a presença daquele em quem há prazer infinito, a vida eterna com todo poderoso Criador e Salvador, Jesus Cristo por lixo que equivalem a fezes! Publicamos mais um blog para revolucionar a fé, agredimos irmãos em nome da teologia correta, proclamamos mais uma palavra de poder que nos trará a casa própria ou o carro novo, nos debruçamos sobre questões teológicas que jamais serão resolvidas… e você acha que isso é dar a sua vida pelo Evangelho? Que vergonha!! Que aberração!! Do outro lado do mundo, pais e mães perdem seus filhos, meninos e meninas se tornam órfãos nas mãos de homens sanguinários.

Você tem uma Bíblia em casa? Você lê a sua Bíblia? Você carrega sua Bíblia consigo no dia a dia? Você freqüenta um culto ou ouve um louvor no trabalho na frente de tantos outros? Pois bem, você vive num verdadeiro paraíso. Enquanto você adesiva o seu carro e repreende um colega de trabalho por “perseguir a sua fé” ao criticar seu gosto musical, pessoas ao redor do mundo têm que ler a sua Bíblia de madrugada, escondidas num porão, as vezes longe da sua família, já que foram expulsos de casa pela sua fé.

Se você acha que estou exagerando, lhe convido a entrar do site da missão Portas Abertas. Se ao se deparar com uma trágica realidade enfrentada ao redor do mundo você se quer agradecer a Deus pela sua liberdade de culto, então você não faz a mínima ideia do que é ser um cristão. Nesse site você encontra inúmeras oportunidades para contribuir, tanto com dinheiro quanto com oração, para a edificação e encorajamento de milhões de irmãos que diariamente entregam as suas vidas pelo Pai.

Ore agora mesmo pelos nossos irmãos que se refugiam em acampamentos, que se reúnem em porões, que leem suas Bíblias na escuridão da noite… que entregam tudo o que possuem para alcançar algo que verdadeiramente nunca lhes será tirado.

Quando você chegou em casa hoje a noite… pôde dar um abraço na sua família? Eles não.

“Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.” Romanos 8.18

 

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License.

Direitos Reservados
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. É mandatório quem for reproduzir um post creditar: 1) Nome do autor. 2) URL do blog (com link). 3) Nome do blog: “O Blog do Andrew”.

Anúncios

3 comentários sobre “Você pôde dar um abraço nos seus pais hoje? Eles não.

  1. Minha igreja no domingo orou e ofertou para este projeto. É muito serio e triste, apos 2012 anos cristão morrerem por não poder dizer que é cristão, que serve um Deus maravilhoso. Realmente nós Brasileiro somos abençoados por ter liberdade de amar nosso Deus sem medo.

  2. DIANTE DISSO TUDO ATÉ SINTO VERGONHA DE NÃO SERVIR MEU SENHOR COMO ELE MERECE,VOU FAZER MUITO MAIS DE AGORA EM DIANTE,! PENSAR O QUE ELE FEZ NA CRUZ MIM!! E O QUE ESTE POVO DELE SOFRE POR AMOR A ELE ,,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s