O mundo segundo Deus

“Criar requer poder infinito. O mundo todo não pode criar uma mosca.” Thomas Watson

Deus criou o mundo a partir do nada. Criou o céu e as águas. Criou o homem e viu que era bom. Deus criou tudo que há.

O contrário da criação não é a destruição, pois uma alma não pode ser destruída. O contrário da criação, neste caso, é a inversão ou a corrupção da criação. O mundo não consegue criar vida a partir da sua condição de morte. A capacidade criativa que o mundo tem se deve à imagem e semelhança de Deus em cada uma de suas criaturas, algo ao qual alguns teólogos se referem como a “graça comum”. O inimigo tem a sua vitória quando uma criatura de Deus rejeita a sua ordem natural e busca aquilo que vai contra a vontade de Deus, o que leva à condenação eterna.

Portanto, a maior conquista do inimigo é quando alguém vai contra aquilo para o qual fomos criados. Nós fomos criados por amor para a glória de Deus. O inimigo não consegue criar vida própria. Ele se limita a corromper a criação para que Deus não seja glorificado. Como é que isso acontece? Isso acontece quando começamos a redefinir a ordem das coisas. Deus deixa de ser o centro, o alvo final e a figura do ser humano passa a ser o prumo pelo qual qualquer “prazer” é medido. Vamos pegar alguns poucos exemplos:

Amor 

Hoje, a lição que temos por meio de infindos filmes e canções românticas é a de que merecemos sentir e buscar sempre aquilo que nos faz bem, acima de qualquer outra coisa. Diante de tal definição, até o sexo se torna um meio que serve apenas para buscarmos nosso prazer (se quiser ler mais a respeito, leia o post anterior aqui). O amor deixa de ser um compromisso que resiste ao tempo e passa a ser uma questão emocional na qual o coração do homem se torna o padrão avaliador. Mas, em Jeremias 17.9 lemos o seguinte: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?” Então, qual é o amor que resiste ao próprio coração enganoso? O amor Segundo a definição de Deus; um amor benigno e longânimo. E então vemos uma série de casamentos ou relacionamentos que se despedaçam porque “acabou o amor”. Mas é claro… o alvo final não foi agradar a Deus, mas sim o próprio coração.

Vitória 

Hoje o homem de sucesso, o homem vitorioso é aquele que tem conforto financeiro, um carrão, uma mulher exuberante, uma casa maravilhosa. Mas a que custo? Mais uma vez, no evangelho de Mateus temos o seguinte: “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” Então, qual é a definição de vitória que devemos buscar? Para tanto, recomendo o livro “A Verdadeira Vitória do Cristão”. Essa redifinição de vitória molda o padrão pelo qual trabalhamos. O próprio trabalho, que deveria nos trazer satisfação, se torna uma escravatura em prol de um padrão de sucesso, de vitória que difere daquilo que Deus nos ensina a buscar.

Masculinidade

Por favor, não confunda este conceito com machismo. Na primeira carta de Timóteo vemos a definição do papel do homem como cuidador e cabeça do lar. Mas o que é que aprendemos no mundo? Hoje o homem pode ser fraco, se esquivando das suas responsabilidades em prol de uma busca qualquer ou o homem é um ogro, tal qual os campeões do UFC. Qual é a definição de homem que nos resta? Dentro disso, onde entra o homem que ora com a sua família? Que tem zelo pela Palavra de Deus? Que cuida da sua esposa, não com joias novas, não com uma sacola de compras, mas com amor, dedicação e carinho? Eles estão ocupados demais trabalhando para “cuidar” das suas famílias, para que as crianças possam ter a video game mais recente e a mulher possa comprar o novo par de sapatos. Para uma explanação melhor deste conceito e um estudo aprofundado da primeira carta de Paulo a Timóteo, recomendo as pregações do Pr. John McAlister que podem ser baixadas aqui.

As três definições descritas são um tanto superficiais (pois cada assunto requer um aprofundamento enorme por si). Mas, o objetivo deste texto é atentar para o seguinte: qual são as definições que moldam a sua vida? Será que você tem buscado viver segundo as definições bíblicas ou segundo as definições mundanas? Ou, usando das palavras de Paulo, será que estamos nos amoldando ao padrão do mundo?

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

Deus nos criou com um propósito muito claro. Ele deu ordem ao caos para que pudéssemos experimentar da boa, agradável e perfeita vontade d’Ele.

E você? Tem se conformado com padrões de uma natureza corrupta ou tem buscado se transformar e se manter fiel à ordem do Criador para experimentar tudo para o qual Ele nos criou?

 

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License.

Direitos Reservados
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. É mandatório quem for reproduzir um post creditar: 1) Nome do autor. 2) URL do blog (com link). 3) Nome do blog: “O Blog do Andrew”.

Anúncios

3 comentários sobre “O mundo segundo Deus

  1. Andrew,
    Estava viajando, por isso o meu sumisso!
    Em primeiro lugar, gostaria de pedir para que vc faça um esforço para continuar mantendo esse espaço.
    Pois nós carecemos de palavras como a sua, que edificam e que nos tornam pessoas mais centradas e longe do que é mau.
    Concordo com tudo o que vc escreveu e se quisermos seguir algo diferente daquilo o que diz a bíblia, estaremos seguindo outro senhor. Quem quer seguir a Jesus de fato, que tome a sua cruz e simplismente siga! Para isso, temos que nos alimentar diariamente da palavra de Deus e sermos bem fortes!
    Que Deus te dê em dobro aquilo que vc nos dá com os seus posts.

    Um abraço,
    Lelê

  2. Que blog maravilhoso. Me ajudou muito. Estava carente e não sabia do que.
    Agora percebi que estava mais carente de palavras que edificam do que de algum gesto para comigo.
    Obrigada.
    Você só tem esse blog? Ou alguma rede social?
    Fique com Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s